Author: Carlos Muller
Date: 16 de agosto de 2021
O que é uma carta náutica?

A carta náutica nada mais é do que a representação em uma área plana de um trecho da superfície da Terra. Tal representação, obviamente, será em uma escala conveniente e por ser náutica, apresentará a parte de águas e de litoral. Ele se difere dos mapas convencionais, que geralmente se ocupam unicamente, da parte terrestre da superfície.

Escala da Carta

A escala da carta a ser usada depende de que detalhamento o navegador necessita. Uma pequena escala de carta pode ser suficiente para uma navegação ao longo da costa, porém, ela não dará as informações detalhadas a respeito de perigos em águas interiores, fundeadouros, ou entradas de porto.

Tais informações, entretanto, estarão disponíveis em uma carta de maior escala. A escala é uma informação mostrada logo abaixo do título da carta dando o número de unidades medidas em terra que são representadas por uma unidade da carta ou, em outras palavras, a escala da carta significa a relação entre o representado e o real.

As categorias amadoras de Arrais e de Veleiro, que só podem navegar em águas interiores e/ou águas abertas nas proximidades da barra dos portos, em limites fixados pelo Capitão dos Portos em cada local, só usarão cartas de grande escala, ou seja, ricas em detalhes, particularmente aqueles de balizamento uma vez que a navegação que fazem é, fundamentalmente, uma navegação prática reconhecendo pontos e determinando seus rumos através de tal reconhecimento.

Edição das Cartas Náuticas

No Brasil todas as cartas oficiais são produzidas pela Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM). Existem empresas que, autorizadas pela DHN, editam cartas geralmente de pequenos trechos, dedicadas à navegação de esporte e recreio.

Avisos aos Navegantes

Correção das Cartas Náuticas – a fim de garantir o máximo de segurança à navegação as cartas precisam ser corrigidas sempre que necessário de forma a ter todas suas informações permanentemente atualizadas (boias, faróis, novos perigos, posicionamento de plataformas de petróleo, entre outros).

Isso é feito através dos “Avisos aos Navegantes” editados periodicamente pela DHN e distribuídos, gratuitamente, as Capitanias de Portos, Clubes Náuticos, Marinas, Agentes de Vendas.

Informações oferecidas pelas cartas náuticas

Através de uma simbologia própria, uma série de informações de extrema utilidade para o navegante são fornecidas pelas cartas náuticas. Abaixo as principais e mais utilizadas são:

  • Título da Carta e Número de Ordem: indicam o país, a parte do litoral e o trecho que a carta cobre.
  • Profundidades e Altitudes: são expressas em metros. As profundidades reduzidas aproximadamente ao nível da baixa-mar média de sizígia, ou seja, nas condições de mínimo de água no local. As altitudes em metros acima do nível médio.
  • Notas sobre precauções: geralmente em letras vermelhas e que devem sempre ser lidas com atenção pelo navegante.
  • Observação sobre continuação da carta: quanto existente, escrito em vermelho junto às laterais e margens. Por exemplo: na carta 1500 encontramos carta adjacente 1600.
  • Rosas dos Ventos: dispostas em um ou mais lugares das cartas náuticas, acham-se traçadas uma ou duas rosas. Quando existe uma só, ela tem sua direção N-S na direção dos polos N e S verdadeiros da Terra e portanto, quando usada fornecerá indicações verdadeiras. Quando existem duas (o que é mais comum) a rosa externa oferece indicações verdadeiras e a rosa interna, indicações magnéticas.
  • Declinação Magnética: no interior da Rosa dos Ventos está escrito o valor da declinação magnética do local, para um determinado ano, bem como, o respectivo aumento anual.

 O que deve acompanhar a Carta Náutica

A utilização de uma carta náutica deverá sempre ser acompanhada das seguintes publicações:

  • Carta 12000 (INT 1) – “Símbolos, Abreviaturas e Termos” usados nas cartas náuticas brasileiras.
  • Avisos aos Navegantes – é através deles que correções permanentes ou temporárias às cartas náuticas são informadas.
  • Lista de Faróis
  • Lista de Auxílios-Rádio
  • Tábuas das Marés
  • Cartas de Correntes de Maré (quando existentes).

As cartas náuticas ainda nos dão uma série de outras informações úteis, tais como: qualidade do fundo, setores de visibilidade de faróis, linhas isobatimétricas (de igual profundidade), linhas de paralelo (latitude), linhas de meridiano (longitude).

Além dessas informações encontramos ainda nas cartas náuticas representações de todos pontos notáveis do litoral representado, tais como: igrejas visíveis do mar, construções notáveis, prédios, antenas de rádio e televisão, morros e suas alturas, alinhamentos, pedras, bancos, alto-fundos, entre outros.

 

Categories:
Tire suas dúvidas

Confira perguntas e respostas frequentes